/* Google Analytics */ /* Google Analytics */

quinta-feira, julho 14, 2011

Abortos forçados na China: a Caixa de Pandora aberta pelos abortistas

0 comentários ###


No vídeo acima, que não posso legendar por falta de tempo, há uma fala de Reggie Littlejohn, que é presidente da "Women's Rights Without Frontiers", entidade cuja missão principal é lutar contra a política do governo chinês de permitir apenas 1 filho por casal e de esterilizações e abortos forçados. Recentemente, a dra. Littlephon deu entrevista ao informativo Zenit.

Aos 1:30 do vídeo, Reggie Littlejohn narra brevemente o caso de uma jovem chinesa que engravidou sem que possuísse o documento necessário para isto, o que caracteriza a ilegalidade de sua gravidez.

Arrastada à força para um posto médico, a jovem foi forçada a abortar seu bebê de 7 meses de gestação, que era tão desejado e esperado por ela, por seu namorado e por sua família.

O parto do bebê foi induzido por medicamentos e Wang Liping, a jovem mãe, deu à luz seu bebê durante a madrugada, no meio de muitas dores e sem qualquer parente a seu lado, apenas o pessoal que ali estava para matar seu bebê.

Wang Liping e seu filho abortado

Após a indução do parto, o bebê ainda chorou por alguns minutos e parou. Wang gritou por ajuda a seu bebê e uma enfermeira veio e ordenou-lhe que se calasse. Mesmo assim a jovem pediu que ela desse uma olhada em seu bebê. A enfermeira checou rapidamente e lhe disse o que ela já esperava, que seu bebê estava morto.

Pela manhã, um médico veia até ela e informou que ela teria que pagar para que eles pudessem dar destino ao corpo do bebê. Wang então disse que ela não tinha dinheiro. Ao ouvir isto, o médico simplesmente colocou o corpo do bebê em um saco plástico e o deixou ao lado de Wang, na cama.

***

Alguém pode dizer que um caso como este, assim como toda a política chinesa de 1 filho por casal e de abortos e esterilizações forçadas, são combatidos por todos, tanto pelos que são contra ou a favor do aborto.

Há diferenças e estas não são poucas…

Quando um abortista condena abortos forçados o faz porque isto, segundo eles, é um ataque direto à autonomia da mulher, que é quem teria a decisão final sobre se aborta ou não. Para eles, não é a dignidade do ser humano que vai já no ventre de sua mãe que impede um aborto, mas sim a simples vontade da mãe.

Já um pró-vida, ao condenar uma política governamental que impõe a uma jovem mãe ter que assistir a morte de seu filho frágil e inocente, assim o faz pelo mesmo motivo que condena qualquer outro tipo de aborto: o ataque direto ao fundamental direito à vida.

O posicionamento abortista nestes casos mostra bem o nó em que eles próprios se metem com sua defesa do aborto. Que moral têm para ir contra o que acontece na China? São eles os que querem des-humanizar o nascituro para que qualquer ataque direto à sua vida não seja encarado como aquilo que é realmente: assassinato.

E ao abrir esta Caixa de Pandora onde a dignidade da vida humana não é mais um valor fundamental, mas dependente da vontade de outros, contribuem muito para legitimar casos como o da China.


quarta-feira, julho 13, 2011

Cardeal Arinze: Aborto é assassinato

0 comentários ###
"Alguns dizem: 'Não sou pessoalmente favorável ao aborto, mas não irei impor meu ponto de vista a outros'. É como dizer que não é pessoalmente favorável ao assassinato, mas já que há pessoas que desejam tal coisa, tal ponto de vista não deverá ser imposto a outros.


Tal pensamento não pode ser sério! Isto é uma Lei Divina, não uma simples norma de algum clube."

Estas são palavras do Cardeal Arinze, segundo divulgado pelo LifeSiteNews. Tais palavras são especificamente dirigidas a políticos católicos que ficam por aí se dizendo contrários ao aborto, mas que em sua vida pública justificam seu posicionamento abortista dizendo que sua visão pessoal não pode ser imposta aos outros.

O ex-presidente Lula é um dos grandes mestres deste tipo de posicionamento covarde.

Mais à frente o Cardeal, que dava palestra em uma conferência sobre a visão católica da Bioética, mostrou a falsidade dos argumentos contrários:

"(...) em certos países, se alguém tortura um cachorro será levado à Justiça por crueldade contra um animal; já a matança de bebês não-nascidos é rotulada como "escolha" ao invés do que isto realmente é: assassinato. Que se dê o nome correto a tal ato."

Abortar é assassinar. Ponto.

"Eu amo o aborto" - a mente de uma feminista/abortista radical

0 comentários ###
"(...) Eu amo o aborto e todo o bem que ele faz neste mundo. Já assisti um aborto de uma gestação de 26 semanas, auxiliei o médico e não titubeei ou tive qualquer sentimento de tristeza ou nojo ou dúvida.


Eu sou uma vegan. Tenho orgulho do fato de controlar cada comida ou bebida que entra em meu corpo. Tenho total respeito pelos animais e isto começa pelo que está no meu prato e como lido com os alimentos. Estou mais saudável e mais feliz não apenas fisicamente, mas também emocionalmente e espiritualmente, e sei que isto se deve ao fato de eu ser uma vegan."

A profissão de fé acima partiu de uma feminista/abortista radical (embora ela própria diga que é apenas feminista) na semana de seu aniversário de 30 anos. Há gente que gosta de festa, de estar com amigos, etc. Já esta jovem de idéias caquéticas prefere comemorar com uma ode a si mesma e ao seu estilo de vida.

E que vida... Choca o fato de ela "amar" abortos? Choca, sim. Qualquer ser humano cuja razão ainda não foi pervertida por ideologias assassinas sente-se chocado ao ler que uma pessoa possa dizer que adora abortos. No entanto é forçoso dizer que parece ser cada vez mais comum que o aborto seja motivo de alegrias para alguns.

Aqui no Brasil já tivemos oportunidade de ver gente que sentiu prazer ao entregar um documento autorizando um aborto ("Prazeres Estranhos"). Ou seja, os valores vão já tão invertidos que o que sempre foi motivo de lágrimas agora parece ter o efeito contrário.

terça-feira, julho 12, 2011

Generocídio Feminino: o caso da Índia

0 comentários ###
Aos poucos um assunto que muitos gostariam que não viesse à luz do dia vai ganhando espaço. A desproporção entre o nascimento de meninos e meninas vai crescendo em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, sendo a China e a Índia os casos mais graves.

É bom que se diga que em países como estes dois o amplo acesso ao aborto somado à cultura local de desvalorização da mulher teve um efeito parecido com o de uma fagulha em um barril de pólvora. Na Índia, onde as meninas são encaradas como um peso para a família, até mesmo em famílias liberais e de mais alta renda, o generocídio feminino vem grassando em todas as classes sociais.

Em um país onde, apesar de ilegal, a prática do pagamento de dote pela família da noiva ainda é amplamente utilizada, o aborto seletivo de meninas tornou-se mera escolha econômica, coisa que faria abortistas darem pulinhos de alegria.

Isto, claro, acontece na Índia urbana, onde o acesso a equipamentos de ultra-sonografia é facilitado e disponível. Ao saberem que seu bebê é do sexo feminino, o aborto é uma possibilidade bem maior do que se tratasse de um menino. Com isto, a diferença entre o nascimento de meninas e meninos segue aumentando.

segunda-feira, julho 11, 2011

Conseqüências do aborto para a mulher

1 comentários ###
Segue abaixo uma reportagem da tv portuguesa sobre as graves conseqüências do aborto para as mulheres. Coisas sobre as quais nunca se verá um abortista falando.


sexta-feira, julho 01, 2011

"Diante de mim se dobrará todo joelho" - Flash Mob Eucarística!

0 comentários ###
Absolutamente fantástico!

No meio de um shopping, na Inglaterra, um frade capuchinho chega e, no meio de tudo, expõe ao povo Jesus Eucarístico enquanto um outro frade recita a presença de Nosso Senhor Jesus Cristo em todos os livros da Bíblia.

Ao final de cada estrofe, o frade convida aos passantes: "Venha e ajoelhe-se diante d'Ele agora". E é maravilhoso ver que diante de todo aquele movimento vários fiéis deixam tudo o que estão fazendo e ajoelham-se respeitosamente diante de Nosso Senhor.



“Jesus Christ is in every book of the Bible.


In Genesis, Jesus is the Seed of the Woman.
In Exodus, He is the Passover Lamb.
In Leviticus, He is the Priest, the Altar, and the Lamb of Sacrifice.
In Numbers, He is a Pillar of Cloud by day and the Pillar of Fire by Night.

In Deuteronomy, Jesus is the Prophet, like Moses.

Come and kneel before Him now.


In Joshua, Jesus is the Captain of Our Salvation.

In Judges, He is our Judge and Lawgiver.

In Ruth, He is our kinsman Redeemer.
In 1 and 2 Samuel, He is our Trusted Prophet.

In Kings and Chronicles, He is our Reigning King.
In Ezra, He is the rebuilder of the broken down walls of human life.

Come and kneel before Him now.



In Nehemiah, Jesus is our Restorer.

In Tobit, He is the Messenger of New Life.
In Judith, He is Weakness Turned into Victory.
In Esther, He is our Advocate.

In 1 and 2 Maccabees, He is the Leader who dies for God’s law.

Come and kneel before Him now.


In Job, Jesus is our Everliving Redeemer.
In Psalms, He is our Shepherd.

In Proverbs, He is our Wisdom.
In Ecclesiastes, He is our Hope of Resurrection.
In the Song of Songs, He is our Loving Bridegroom.

In Wisdom, He is the emanation of God’s thought.

In Ecclesiasticus (Sirach), Jesus is our security.

Come and kneel before Him now.


In Isaiah, Jesus is the Suffering Servant.

In Jeremiah, He is the Righteous Branch.

In Lamentations, He is our Weeping Prophet.

In Baruch, He is the Mercy from the Eternal One.
In Ezekiel, He is the One with the Right to Rule.

In Daniel, Jesus is the Fourth Man in the fiery furnace.

Come and kneel before Him now.


In Hosea, Jesus is the Faithful Husband forever married to the sinner.
In Joel, He is the One who Baptizes with the Holy Spirit of Fire.
In Amos, He is the Restorer of Justice.

In Obadiah, He is Mighty to Save.
In Jonah, He is our great foreign missionary.

In Micah, He is the feet of one who brings Good News.

Come and kneel before Him now.


In Nahum, Jesus is our stronghold in the day of trouble.

In Habakkuk, He is God my Savior.

In Zephaniah, He is the King of Israel.

In Haggai, He is the signet ring.
In Zechariah, He is our Humble King riding on a colt.
In Malachi, Jesus is the Son of Righteousness.

Come and kneel before Him now.


In Matthew, Jesus is God with us.

In Mark, He is the Son of God.

In Luke, He is the Son of Mary, feeling what you feel.

In John, He is the Bread of Life.
In Acts, Jesus is the Savior of the World.

Come and kneel before Him now.


In Romans, Jesus is the Righteousness of God.

In 1 Corinthians, He is the Resurrection.

In 2 Corinthians, He is the God of all comfort.

In Galatians, He is your liberty. He sets you free.

In Ephesians, Jesus is the Head of the Church.

Come and kneel before Him now.


In Philippians, Jesus is your Joy.

In Colossians, He is your Completeness.

In 1 and 2 Thessalonians, He is your Hope.

In 1 Timothy, He is your Faith.

In 2 Timothy, Jesus is your Stability.

Come and kneel before Him now.


In Titus, Jesus is Truth.

In Philemon, He is your Benefactor.

In Hebrews, He is your Perfection.

In James, He is the Power behind your Faith.

In 1 Peter, He is your Example.
In 2 Peter, Jesus is your Purity.

Come and kneel before Him now.


In 1 John, Jesus is your Life.

In 2 John, He is your Pattern.

In 3 John, He is your Motivation.

In Jude, He is the Foundation of your Faith.
In Revelation, Jesus is your Coming King.


He is:
The First and the Last.

The Beginning and the End.

He is the Keeper of Creation and the Creator of All.
He is the Architect of the Universe and the Manager of All Time.
He Always Was, He Always Is, and He Always Will Be Unmoved, Unchanged, Undefeated, and Never Undone.


He was bruised and brought healing.
He was pierced and eased pain.
He was persecuted and brought freedom.

He was dead and brought life.
He is risen and brings power.
He reigns and brings peace.


The world can’t understand Him.
The armys can’t defeat Him.

Schools can’t explain Him and the leaders can’t ignore Him.

Herod couldn’t kill Him.

The Pharisees couldn’t confuse Him.

The people couldn’t hold him.
[Aqui começam os aplausos]

Nero couldn’t crush Him.

Hitler couldn’t silence Him.
The New Age can’t replace Him.

And Oprah can’t explain Him away.


He is Life, Love, Longevity, and Lord.
He is Goodness, Kindness, Gentleness and God.
He is Holy, Righteous, Mighty, Powerful, and Pure.
His Ways our Right, His Words Eternal,
His Rules Unchanging, and His
Mind is on me.
He is My Redeemer, He is My Savior, He is My God, He is My Priest, He is My Joy, He is My Comfort, He is My Lord, and He rules my life.”


-----
Fonte: Every Knee Shall Bow - Flash Mob